Páginas

Construção Stick

            
            Como já disse em outras postagens: sou apaixonado por construções. E nada mais justo do que dividir com vocês um pouco do que aprendi ao longo dos anos e com os vários modelos que já construí. Busquei detalhar e explicar ao máximo cada detalhe e seu motivo para que este seja um tutorial completo.

            Quando pensei em escrever um tutorial sobre montagem de modelos, a intenção foi montar um modelo fácil e que atendesse aos iniciantes, e nada mais clássico que um Ugly Stick. Após isso, comecei a buscar parceiros que pudessem fornecer (leia-se doar) um kit para a montagem. Entrei em contato com muitas lojas e “cortadores de kits”, somente três ou quatro responderam minhas mensagens. A maioria com propostas inviáveis, mas um se enquadrou nos requisitos e aceitou a parceria: a WGS aeromodelos. Desde o começo o Waind se mostrou disposto a ajudar, e me envio sem custo algum o kit que será montado abaixo. Já aproveito para agradecer a WGS pela grande ajuda no tutorial.

Observação 1: Escrevi baseado em um kit comercial, mas nada impede que você corte seu modelo a partir da planta. A cola utilizada foi a epóxi 30 min, mas outras colas também podem ser utilizadas.

Observação 2: Algumas partes apresentadas na montagem não acompanham o kit original ou foram modificadas, para saber conhecer o kit original consulte sua descrição no site do fabricante.



O modelo chegou muito bem embalado
Montagem da fuselagem sem cola
Peças da fuselagem
Asa desmontada

            Recebi um modelo muito bem embalado, estava em uma caixa feita sobre medida e com todas as peças envoltas com plástico bolha. Ao abrir, conferi todas as partes e comecei a pensar em como seriam encaixadas. Por gosto pessoal e por tempo, preferi não ver os tutoriais fornecidos pelo site, gosto de descobrir como as peças devem ser encaixadas. Fiz uma primeira montagem da fuselagem sem cola para testar os encaixes e para não inverter a ordem de nenhuma peça.


Sem o rebaixo ficaria assim
Depron rebaixado para um encaixe perfeito
Madeira colada

            Como a parede de fogo (caverna que o motor é fixado) é em depron, acompanha o kit um círculo de compensado para ser colado na frente da caverna, porém essa base ficaria saliente depois do modelo pronto, por isso resolvi fazer um rebaixo para que ela ficasse embutida e mais bonita.

Não é necessário colocar muita cola
Caverna pronta
Observe, pouca cola vaza pela lateral
Cavernas coladas e encaixadas
            Após isso, colei todas as cavernas na parte inferior e aguardei a cura. Observe que não é necessário muita cola, uma fina camada já fixa muito bem as partes.



Colagem da primeira lateral
Os alfinetes são importantes para garantir o encosto das partes

            Com as cavernas fixadas, chegou a hora de colar a lateral, uma parte simples, porém importante, por isso após encaixar todos os recortes, fixei toda a lateral com alfinetes para garantir o encosto entre as partes.


Mesa de servos (profundor e leme)
Abertura na lateral para encaixe da mesa de servos
Três aberturas fechadas por causa da mesa deslocada da posição original

Abertura fechada (vista interna)
A mesa de servos deve ser colada junta com a segunda lateral
Colagem da segunda lateral
Montagem básica da fuselagem concluída

A asa será fixada com parafuso, por isso precisei mover a mesa de servos mais para trás, o que não influencia diretamente no voo, é somente uma questão de posicionamento. Para isso, cortei três encaixes de cada lado e encaixei a mesa no local desejado. Tampei os seis “buracos” que sobraram com depron e cola. A outra lateral foi colada com a mesa de servos, e para garantir um bom encosto, utilizei alfinetes em todos os encaixes.


Reforço interno na fuselagem para fixar a asa
Reforços internos colados

            Com a fuselagem praticamente pronta, chegou a hora de reforçar os pontos de fixação da asa com balsa e compensado, ambos com 3 mm de espessura. Coloquei uma tira em cada lateral para que a asa assente em um local mais rígido. O compensado traseiro será para segurar o parafuso e o dianteiro (com um rasgo) para o pino da asa.



Guia para linkagem
Vista geral da cauda

            Já pensando na linkagem, colei dois pedaços de balsa furados em duas cavernas para que a fibra de vidro possa deslizar sem folga por dentro da cauda.

Marcação para rebaixo do depron
Depron rebaixado e compensado para reforço
Balsa para reforço interno
Vista interna de reforço do trem de pouso pronto
Vista externa de reforço do trem de pouso pronto

            Outro local importante para se reforçado é o berço do trem de pouso, por isso fiz um rebaixo no depron e colei um compensado, e com balsa e cola reforcei por dentro. Importante: Nunca reforce demais essa parte, no último Stick que construí, de tão resistente que era o trem de pouso, quebrei a fuselagem ao meio umas quatro vezes.


Ferramentas e materiais necessários para fazer a linkagem
Dobre a ponta do arame com o alicate
Trave a dobra com o alicate de pressão e dobre novamente
Arame dobrado em Z
Corte o arame no tamanho ideal
Amarre o arame com linha de costura na fibra de vidro
Passe CA sobre a linha
Aguarde secar ou espirre acelerador de cura
Coloque um termorretrátil para um bom acabamento
Linkagem encaixada
Detalhe da guia da linkagem
Linkagem aguardando a instalação do servo

            Por praticidade, antes de fechar a fuselagem já passei as duas linkagens por dentro dela. Utilizei fibra de vidro, arame, linha de costura, CA (Cianoacrilato, Super Bonder) e termorretrátil. O passo a passo da montagem pode ser conferido nas fotos. Coloquei o arame somente em um lado da fibra, colocarei no outro quando o modelo estiver entelado.


Partes fixas coladas
Porta de inspeção fechada

            Para completar a fuselagem, faltou somente colar depron na parte da frente. Dividi o pedaço em três e colei os dois da ponta. A parte maior, do meio, será uma porta para acessar a bateria e o esc.



As duas linkagens instaladas
As duas linkagens instaladas
Fuselagem pronta, aguardando entelagem
                   Encaixei a segunda linkagem na posição correta e colei a parte superior da fuselagem.

Fita para a cola não escorrer
Cola colocada na abertura para a fibra de vidro
Peso e calço para gerar diedro na asa
Alfinetes para segurar a vareta
Detalhe do posicionamento dos alfinetes

            Fuselagem pronta, vamos à asa. O primeiro passo é juntar as duas semi asas. Coloquei fita na parte de baixo para a cola não vazar na mesa. Coloquei cola, também, em vários pontos do rebaixo da asa e encaixei a fibra de vidro. Observe que não é necessário encher de epóxi, alguns pontos são suficientes para garantir o reforço da asa. Nesse ponto é definido o diedro da asa, observe o calço e o peso que foi colocado para manter o alinhamento. Além disso, coloquei bastante alfinetes para segurar a fibra de vidro no lugar correto.


Novamente, pouca cola colocada na parte de baixo
Alfinetes para garantir a posição correta até a cura da cola
Repare no diedro da asa

            O mesmo procedimento é repetido na parte de baixo da asa. É importante não colocar peso na asa para garantir o diedro.




Comandos definidos
Comandos cortados

            Tracei a posição e o tamanho dos comandos, o kit continha um aileron de depron, mas por opção pessoal preferi não usar e cortar os comandos diretamente na asa. Assim, escolhi cortar o flap mais largo que o aileron.



Posição dos reforços traçada
Reforços colados

            Como a asa será parafusada, colei um compensado e dois pedaços de fibra de vidro próximos ao bordo de fuga. Posteriormente será furado para passar o parafuso de fixação da asa.



Pino para fixação da asa

            Na frente da asa (bordo de ataque), colei outro compensado para servir de pino de apoio e manter a asa fixa. É importante testar o encaixe antes de colar, pois caso de uma grande diferença de encaixe entre e asa e a fuselagem, depois de colado será mais difícil consertar.


Stick montado e pronto para entelagem

            Stick montado, agora é hora de entelar, mas essa parte ficará para outra postagem.


              Quer ser avisado de todas as nossas postagens? Cadastre seu e-mail aqui.


            Gostou da construção? Ficou com dúvida? Discorda de alguma parte? Comente aqui embaixo, terei prazer em responder.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...