Páginas

A função do BEC



            Ao comprar um ESC (Electronic speed control, ou seja, controlador de velocidade do motor elétrico), devemos estar atento às suas várias características, como: tensão máxima, corrente máxima, entre outras. Mas o que pouquíssimas pessoas conferem é se o ESC possui um BEC (battery eliminator circuit), e isso faz a diferença para que tudo funcione corretamente. Esta matéria foi pedida pelo nosso leito Clécio, que após não encontrar alguém que lhe explicasse, nos enviou um e-mail perguntando. Envie-nos sua dúvida também.




            Um pouco de história...

Antigamente no aeromodelismo, a bateria utilizada era de Níquel (NI-CD ou NI-MH), que possuía de 4,8V a 6V, por isso, todos os receptores e servos eram [e ainda são] fabricados para essa tensão (voltagem). Com o surgimento dos elétricos e o uso de baterias com maior tensão (de 7,4V a 44,4V) gerou-se a necessidade de alimentar a eletrônica embarcada (servos e receptor) com sua tensão recomendada, para não queimá-los.

            Uma opção seria colocar uma bateria somente para a eletrônica embarcada, mas isso acrescentaria um peso desnecessário, visto que já havia uma grande bateria para o motor, mais moderna que as antigas e pesadas de Níquel. Então alguém teve uma ideia: Por que não alimentar a eletrônica com a mesma bateria do motor? E assim Surgiu o BEC, o circuito eliminador de bateria.

            Os engenheiros perceberam que para baixas correntes, até aproximadamente 50A, era viável integrar o BEC com o ESC no mesmo invólucro (embalagem); e que para correntes maiores, o ideal seria fazer dois componentes separados. Dai surgiu o ESC com BEC, e o ESC sem BEC. Simplesmente por questão de viabilidade técnica.

            E o que isso representa na prática?

            Você pode até não ter percebido, mas quando você utiliza seu ESC com BEC, é ele que alimenta seus servos e receptores. Ou seja, ele rebaixa a tensão da bateria para um nível suportado pela eletrônica.

            E quando você Utiliza um ESC sem BEC, sua eletrônica não é energizada, por isso nada funciona. Dessa maneira você tem três opções:

- Um BEC externo ao ESC (UBEC) ligado na bateria do motor;
- Um UBEC ligado em uma bateria exclusiva para a eletrônica;
- Ligar diretamente no receptor uma bateria com tensão compatível.

            A minha sugestão, e a mais fácil, é ligar seu UBEC na mesma bateria do motor, para isso basta soldar seus fios de entrada no próprio conector do ESC.

Essa é uma das coisas simples que o aeromodelista quase nunca pensa, e quando seu aeromodelo elétrico não liga fica sem saber o que fazer. Por isso, sempre verifique se o ESC possui BEC antes de comprar, ou antes de instalar. Isso pode te poupar muita dor de cabeça e prejuízo.


               Quer ser avisado de todas as nossas postagens? Cadastre seu e-mail aqui.

          Você sabia de mais essa especificação do ESC? Vai prestar mais atenção na próxima compra? Caso tenha outras dúvidas, faça como o Clécio, escreva para nós.


11 comentários:

  1. Olá, amigo....
    Está difícil encontrar um ESC com BEC para 10S - 12S...
    Mas como fica essa conexão do ESC sem BEC?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que não exista - ou pelo menos seja muito raro - ESC deste porte com BEC embutido. Você tem duas opções: Usar um bec externo (o ESC você liga normalmente, e o bec, um lado você conecta nas baterias e outro em qualquer canal do RX); ou colocar uma bateria externa somente pro sistema de rádio.
      Considero a segunda opção mais segura, pois já vi vários modelos caindo pelo BEC ligado em 12S fritar, e o motivo é simples: pela grande diferença de tensão entre a entrada e saída (Bateria e RX), a potência dissipada no BEC é grande, o que pode causar um sobre-aquecimento e consequentemente colapso do sistema.

      Excluir
  2. Olá. Parabéns e obrigado pelos artigos, são muito úteis.
    Se me permite uma pequena correção, conforme aprendi em uma outra literatura, no caso do UBEC ligado a uma bateria exclusiva para a eletrônica, o nome UBEC deixa de fazer sentido, uma vez que este componente não está eliminando a necessidade de se utilizar aquela bateria. Apenas por esse motivo didático, o componente passa a ser chamado de regulador de voltagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luiz. Na minha opinião até mesmo o nome BEC já não faz mais tanto sentido nos dias de hoje, mas como encontramos o componente por este nome nas lojas, achei melhor mantê-lo. Mas seu comentário é totalmente pertinente, pelo próprio significado da sigla.

      Excluir
  3. Bom dia, gostei muito desta matéria e gostaria de saber se é possível publicar o "Esquema de Ligação", sou iniciante no Hobby e cada dica e informação são de grande valia! Muito obrigado e bons vôos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Sérgio, tem um artigo aqui mesmo no site que trata de um assunto bem parecido e o esquema de ligação é o mesmo. Deixo ele como sugestão de leitura: http://www.aeromodelismoeassim.com/2014/02/como-conectar-um-multimotor.html

      Excluir
  4. Como fazer para as baterias não incharem e, o que fazer com as que já estão inchadas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para não inchar você precisa respeitar os parâmetros da bateria: não descarregar muito, não passar da sua taxa de carga e descarga... Se já incharam não há o que fazer, basta continuar utilizando.

      Excluir
  5. Ola, amigo, tem algum esc que suporte 36v? obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, seria equivalente a +/- 11S de LIPO.

      Excluir
  6. alguem tem o manual do esc da foto acima pois preciso programar p soft start dele e não tenho o manual se puderem me ajudar fico muito grato marcos 19 99627-2483 watts

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...