Páginas

Pra que 14 canais?



            Há 10 anos, o rádio controle mais “top” de cada marca possuía nove canais, hoje possuem 28. Isso leva muitos iniciantes a perguntar: pra que tanto canal? Uma coisa que posso adiantar é que o benefício de um rádio desses vai muito além dos canais. Nesta matéria, irei explicar o que leva um aeromodelista a adquirir um monstro de rádio como esse.



            Caso você já tenha programado um rádio computadorizado vai entender perfeitamente do que estou falando. Caso não tenha, leia esta matéria e aprenda para que serve cada função.

            Quando precisamos fazer certas mixagens, o primeiro recurso lembrado é o P-MIX (programable mix), pois além de ser fácil de programar, oferece bons recursos, como offset, ON/OFF, escolha de chave, entre outros. Então, rádios com menos canais, geralmente possuem menos P-MIX, o que restringe e dificulta certas funções.

O meu exemplo prático é quanto ao flaperon, meu atual rádio de sete canais ativa essa função no potenciômetro, como acho difícil de aciona-lo, prefiro a chave. Por isso, uso dois P-MIX somente para acionar o flaperon, sendo um para cada servo. Porém, quando acionado, o avião fica com certas tendências (aprenda mais sobre isso aqui), e isso me leva a utilizar mais um P-MIX para compensar o profundor, não deixando nenhum disponível para outro uso.

Seguindo a linha do P-MIX, a quantidade de chaves. Para modelos mais complexos, ou seja, com muitos servos a serem comandados, ter muitas chaves é algo primordial. Pois sem isso, não será possível aproveitar ao máximo o voo. Como exemplo, algumas funções que necessitam de chave: D/R (dual rate) do aileron, D/R do profundor, D/R do leme, Flap, trem de pouso retrátil, timer, cortar motor, air brake (freio aerodinâmico), freio de roda, desengate de planador, abertura de canopi escala, acionamento da vetoração da turbina (direcionamento da saída de ar para aumento de manobrabilidade dos jatos), partida do motor, entre muitas outras. Claro que é difícil um aeromodelo possuir tudo isso, mas 80% disso é totalmente possível.

            Outra grande limitação é a quantidade de modelos, rádios menores tendem a limitar a memória de modelos, enquanto os maiores apresentam opções para expandi-la. Esse é um dos motivos que está me levando a trocar um rádio de sete canais por um de 14 mais moderno.

            A telemetria já mostrou que veio para ficar, pois oferece uma maior segurança à operação de aeromodelos. E infelizmente ela só está disponível nos rádios mais modernos e com mais canais. Por isso, esta função é mais um peso na hora da compra.

E por fim, a facilidade de possuir muitos canais. Não pense que um aeromodelo grande é cheio de “Y” nos servos, como os menores. Neles cada servo é ligado em um canal, pois assim é possível regular finamente cada um, eliminando a necessidade de finos ajustes mecânicos na linkagem. Isso é extremamente importante nos aviões que possuem mais de um servo por superfície de comando (Ex. dois servos no aileron esquerdo, ou dois servos no leme), pois estes precisam trabalhar em absoluto sincronismo para que não queimem ou danifiquem a superfície de comando.

            Vamos a um exemplo de aeromodelo com muitos servos: um jato.

- Aileron direito;
- Aileron esquerdo;
- Profundor direito;
- Profundor esquerdo;
- Leme;
- Motor;
- Flap direito;
- Flap esquerdo;
- Trem retrátil;
- Freio de roda;
- Bequilha;
- Freio aerodinâmico;
- Bomba de fumaça.

            Somente nesse avião foram utilizados 13 servos, ou seja, somente um canal ficou disponível. Assim você pôde perceber que um rádio desses não é “frescura”, e sim uma necessidade de modelos mais complexos.


             Quer ser avisado de todas as nossas postagens? Cadastre seu e-mail aqui.

            Consegui te convencer? Agora você compreende pra que servem 14 canais? Deixe seu comentário e opinião aqui embaixo.


7 comentários:

  1. Muito bacana esse assunto muitos as vezes alguns aeromodelistas acham bobeira estar com um rádio de 14 canais mas taí uma excelente explicação, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite agora fiquei mais convencido com a minha aquizição um JR XG 14 p/ substituir o meu JR X9303 9 canais. valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho um XG11 e um XG 14 , são fantasticos , o 14 é mais facil ainda .

      Excluir
  3. Só lembrando que o rádio da FrSky, Taranis, chega a 32 canais!

    ResponderExcluir
  4. Fiz um upgrade para o JR XG 14... Recomendo a todos!!! Excelente custo-beneficio!
    Abs! Fred

    ResponderExcluir
  5. Vou bem com o meu GRAUPNER MZ-24 .... 12 canais e 24 servos !!!

    ResponderExcluir
  6. Legal a matéria, e claro, não é frescura não. Vc citou o caso do jato com 13 canais, mas temos um Extra 35% EF com usando 12 canais. Todo servo ou função tem seu canal e eles são ajustados independentes, alguns com mixagens, porem canais independentes. Ja tivemos um 40% usando 16 canais.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...