Páginas

Como montar um aeromodelo combustão

         Escolhendo modelos a combustão, você tem duas opções: Modelos RTF ou comprar as partes separadas. Este resumo vai te ajudar a escolher um caminho.
Independente do modelo, sempre compre equipamento de qualidade, pois além de acompanhar toda sua trajetória no hobby, será fácil de regular(dica para motor) e dificilmente irá quebrar.
Apesar de existirem treinadores disfarçados de F-22 e P-51, eles não possuem as mesmas características dos “normais”. Sendo elas: formato de asa, carga alar, momento de cauda, momento de nariz, perfil de asa, entre várias outras.
Apesar de serem feios, os modelos “normais” são muitos bons para se aprender. Possuem bom planeio, baratos, fáceis de consertar e sem muitas frescuras.
Lembre-se que essa é uma fase passageira, e logo estará voando um modelo mais avançado(escreverei outro post sobre isso), portanto, tente aceitar um modelo mais “feinho”.
Existem várias opções no mercado, todas muito boas para aprender. Escolha a que mais lhe agrada em todos os aspectos.


1    RTF(Read to fly)
           
Como o nome já diz, são modelos prontos para voar(ou quase isso). Comprando um desses, basta colar a asa e apertar alguns parafusos para o aeromodelo estar voando. Motor e servos já vêm instalados.
Para um iniciante é praticamente ideal, pois não precisa montar muito e tudo já vem dimensionado para o modelo.
Devido a tudo ser pré-definido, não se pode escolher exatamente seus componentes(motor e rádio). Por vir com um rádio básico(4 CH não computadorizado), talvez não possa ser aproveitado em um segundo modelo mais complexo.


2    Comprar peças separadas


2.1       Fuselagem

2.1.1  ARF(almost ready to fly)

Os ARFs(almost ready to fly, ou quase pronto para voar) são modelos que vêm somente com algumas partes à serem coladas. Basicamente, colar profundor, asa, e fixar motor e servos(não acompanham o KIT).

2.1.2  KITs para construir

Modelos para construir(KITs) são complicados nesse momento de aprendizagem. Pois o iniciante não compreende muito sobre as técnicas e teorias de voo. E um modelo mal construído, pode gerar traumas e desestimular o hobby.


2.2       Motor

Deve ser escolhido segundo a faixa indicada pelo fabricante, um pouco mais forte não tem problema, desde que não seja muito mais pesado. Ex.: Faixa indicada pelo fabricante de .40 à .46. Motor instalado .55.
Em caso de sobre motorização, não se esqueça de verificar a altura do motor em relação ao tamanho da hélice. Se ficar muito perto, pode bater no chão quando pousar.
Escolha uma boa marca, motor a combustão ruim só tende a dar problema. Nunca fica regulado, solta parafuso e exausta muito óleo.
Existem as cópias, que funcionam muito bem com um custo 5 vezes menor.


2.3       Servos

Não tem segredo, em 99,9% dos modelos treinadores se usa servo standart ou 46g(dois nomes pra mesma coisa).
Na dúvida, consulte o manual.


2.4       Rádio controle

No mínimo de 4 canais para aeromodelos com receptor.
Temos marcas “famosa” e outras que entraram agora no mercado mas são boas e com custo muito menor.
Se puder, já compre um rádio computadorizado e com mais canais(6 ou 7), usará ele por um bom tempo, caso contrário, um básico também da conta do recado.


Quer ser avisado de todas as nossas postagens? Cadastre seu e-mail aqui.


Vai comprar um aeromodelo à combustão? Poste o modelo para trocarmos uma ideia sobre.

3 comentários:

  1. Opa Marcelo, gostaria de saber se você sabe de mais sites sobre aeromodelismo a combustão?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não sei te dizer Fabrício, não há muitos sites como este em português. Você já leu toda nossa seção sobre motores a combustão? Tem vários artigos lá.

      Excluir
  2. Quais os motores de boa qualidade com custo reduzido?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...