Páginas

Os primeiros passos no escala



            Depois do campeonato da semana passada, recebi muitos questionamentos sobre a iniciação no mundo do aeromodelismo escala. Onde começar? Construir ou comprar pronto? Qual o melhor caminho?

            Estes e outros pontos pretendo abordar no artigo de hoje, lembrando apenas que é um artigo de opinião, então ao conversar com outros aeromodelistas, eles podem indicar diversos caminhos. Esta é apenas a minha sugestão.




            Antes de qualquer coisa um escalista de verdade é um aeromodelista completo. Pode parecer simples, mas o que quero dizer é: não adianta ser piloto, não adianta ser montador de ARF. O princípio do escala é fazer, construir, criar...

            Mas claro, aqui me refiro a pessoas que realmente querem pôr a mão na massa e fazer o seu aeromodelo, a estes escalistas que me refiro. Conheço vários que pagam para que uma réplica perfeita seja montada por um especialista. Não que isto desabone o piloto, mas não é a respeito destes que iremos tratar aqui.

            Então o princípio de tudo é saber fazer, nem que seja parte da montagem, mas é preciso saber. Além, é claro, do conhecimento sobre como um aeromodelo funciona, sanar pequenas panes, entre outros. Sabe aquele conhecimento geral sobre o hobby? É disso que você precisa.

           Ninguém nasceu sabendo. Se ainda não tem estes conhecimentos, procure. Compre o kit de um stick, o modelo de construção mais simples que conheço. Comece você mesmo a dar manutenção nos seus aeromodelos, no início com alguma ajuda, e depois totalmente sozinho. Pesquise sobre os diferentes tipos de componentes que fazem parte de um aeromodelo, do mais simples ao mais complexo. Toda esta informação será muito útil mais para frente, e conhecimento nunca é demais.

          Detalhe: conhecimento sobre aviação tripulada e história também são de fundamental importância neste mundo.




            Bom, se você já cumpre estes requisitos, ou parte deles, podemos avançar.

            Mas antes de falarmos sobre qualquer coisa preciso lembra-los que escala é cópia, e neste caso não vale inventar, tudo precisa estar provado e documentado. Por isso antes de iniciar um projeto vale a pena buscar informações detalhadas sobre a aeronave, principalmente sobre o padrão de cor. Pesquise muito, conheça cada janela de inspeção, para só depois pôr a mão na massa e começar a reproduzir tudo isso.

            Vejo dois caminhos, um mais simples e outro um pouco mais exigente:

            O primeiro é comprar um aeromodelo construído - seja ele kit em fibra, ARF ou ARC - e fazer as modificações necessárias.

            Indo por aqui, o processo será bem mais rápido (ou menos demorado), e o construtor pode focar suas energias no acabamento e detalhes, e não gastá-la com a construção da estrutura básica.

            Claro que algumas modificações serão necessárias, pois grande parte dos kits (para não dizer todos) tem seus defeitos e limitações. Como por exemplo: não possuir portas do trem de pouso, formato da ponta de asa diferente do original, entre outras coisas simples como estas.

            Vale lembrar que neste caso a escolha do kit é muito importante, na verdade em todos os casos é, mas ao fazer um aeromodelo da planta é mais fácil modificar os “defeitos” de projeto. Já com o aero pronto isso é mais complicado e trabalhoso.

            Se o modelo for ARF, considere pintar por cima da entelagem, ou até mesmo retirar todo o material, fibrar e pintar, pois, a aparência fica infinitamente melhor, aquela “cara de aeromodelo” é superada.

            O segundo caminho é buscar uma planta, kit, ou short kit e construir o aeromodelo praticamente do zero. Para fazer isso o trabalho é bem maior e a necessidade de conhecimento também. Por isso se é seu primeiro escala, sugiro a opção número um.

            Procure por bons kits, cortados por empresas conhecidas, ou desenhados por grandes projetistas. Fuja das “novidades de mercado”, principalmente aquelas que nunca foram testadas. A não ser, é claro, que você goste de pagar para ser cobaia.

            Outra dica minha é fugir de aeros construídos por aventureiros, aqueles “construtores” sem o mínimo de conhecimento para realizar um trabalho razoável. Ampliando isso um pouco mais, eu não gosto nem de comprar itens usados dessas pessoas, quanto mais um escala construído por eles. Sempre faça negócio com quem conhece sobre o que está falando.

            Muitos podem não aceitar, mas no aeromodelismo tamanho é documento. Um aeromodelo grande é mais estável e inclusive mais fácil de voar (generalizando um pouco). Por isso, ao planejar um aero, procure fazer o maior que seu orçamento permitir. Primeiro pelo motivo explicado acima, e segundo por ser mais fácil de fazer os detalhes e agregar menos pelo relativo.

            São dois os diferenciais de um bom aeromodelo escala:

            - Outline fiel: O contorno do aeromodelo precisa ser igual à aeronave tripulada, e quanto mais próximo, mais escala é o projeto. Para isso basta comparar seu aeromodelo com um desenho três vistas do original.

            - Realismo: Ao olhar para o aeromodelo você precisar enxergar a aeronave, e para isso quanto mais detalhes, melhor. Sejam eles rebites, antenas ou mesmo a pintura. Sim, pintura. Por favor, não entele com Monokote um aero escala.


            Se a sua intenção é participar de campeonatos, recomendo, além de documentar tudo o que foi feito, pesquisar sobre as regras, pois as vezes uma simples pintura refeita já é suficiente para mudar seu aeromodelo de categoria, e consequentemente mudar todo o julgamento e exigências. Fique atento!

            ARF puros, ou seja, sem nenhuma modificação, são uma boa porta de entrada para este mundo, mas lembre-se sempre: Aeromodelo escala é uma obra de arte, não consegue ser feito nos mínimos detalhes em linha de produção. Porém, se você ainda está em dúvida se isso é para você ou não, comece por eles, quem sabe logo você se anima e começa a realmente produzir seu próprio aeromodelo.



Quer ser avisado de todas as nossas postagens? Cadastre seu e-mail aqui.



         Ainda tem alguma dúvida sobre como iniciar no aeromodelismo escala? Se apaixonou pela categoria? Deixe seu comentário aqui embaixo!



3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Realmente..... estou com um Cessna Kit Topa0300 da Top Flight.. está comigo há pelo menos 4 anos e não consigo terminar... Mas devagar vai.... está entelado... mas depois post... ja penso como fibrar e pintar.. preciso estudar melhor essa opção.. Realmente aero pintado é outro nível.. Me faz pensar...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...