Páginas

Consertando um Rádio Futaba em casa



            Considero o rádio transmissor o equipamento mais importante quando pensamos em segurança de voo, e por isso, ter um rádio em perfeitas condições é primordial para evitar problemas.  E ao final deste artigo vocês vão perceber que falta de informação custa caro.




            Certo dia, o Micael - que já apareceu algumas vezes comigo lá no nosso canal do You Tube – resolveu comprar um novo rádio, pois o seu antigo estava apresentando alguns problemas graves. Pesquisou bastante, e encontrou um Futaba 14SG usado.

            Depois de muito conversar com o vendedor, o Micael descobriu que o motivo da troca seria o Firmware instalado no rádio (V2.0), pois o até então dono do rádio tinha medo de atualizar, e queria o mesmo rádio com uma versão mais nova (V6.0). Hoje está na V7.0.

            Pelo menos este foi o “motivo” dele, que eu não acredito até hoje, pois o rádio apresentava, também, outros defeitos bem mais graves que um simples Firmware desatualizado:

            O suporte da antena estava quebrado, o que a fazia cair de vez em quando, mas não interferia em seu sinal de transmissão. Apesar do rádio funcionar perfeitamente com isso, considero um defeito.

            E o outro problema eram os botões “Touch Screen”, que insistiam em não funcionar com grande frequência. Acredito que este tenha sido o real motivo da venda do rádio: o problema no botão. Mas isto seria detectado por nós apenas mais tarde.

            Para muitos, inclusive o vendedor, isso seria suficiente para condenar um rádio e “passar o problema para frente”, enganando o comprador. Exatamente por este motivo já escrevi um artigo recomendando boas práticas ao se comprar equipamento para aeromodelismo de segunda mão.

            Bem, vamos deixar os adjetivos deste vendedor de lado e focar no conserto do rádio.

            Assim que o Micael comprou o rádio, já trouxe aqui em casa para eu dar uma olhada. Expliquei para ele que este “medo” de atualizar o rádio é besteira, e que eu mesmo já havia feito o procedimento no meu rádio mais de uma vez, inclusive gravei até um vídeo mostrando como se faz.

            Foi aí então que comecei a mexer no rádio, e percebi como os botões estavam ruins: hora funcionavam, hora não. Trocar fisicamente é um procedimento mais complicado, principalmente por não se ter o botão disponível.

Mas pensei uma solução alternativa: por que não tentamos atualizar o rádio, algo que já seria feito de qualquer maneira, e observamos se o botão melhora? Pois pode ser apenas uma incompatibilidade entre Firmware (programa) e Hardware (componentes físicos).

Dito e feito, assim que atualizamos, todos os botões passaram a funcionar corretamente, inclusive conseguimos entrar na Função “Teste de alcance”, o que anteriormente não era possível.

Pronto, o pior problema estava resolvido, e de uma maneira muito mais simples do que imaginávamos. Agora bastava trocar a antena do rádio.




Felizmente o Claudião, grande amigo meu, tinha algumas novas guardadas em casa, pois certa vez sua antena também quebrou. Quando ele entrou em um site estrangeiro para comprar, se confundiu e acabou comprando 3 peças. Uma ficou para o rádio dele, e outra, um bom tempo depois, para o rádio do Micael.

Sei que muitos pilotos têm pavor de abrir o rádio, mas isso é um procedimento muito simples, basta ser feito com calma.




A troca foi muito simples: bastou retirar um detalhe que recobre a antena e a tampa traseira para acessar a conexão do fio da antena e a base de seu suporte.

Ela não é parafusada nem nada, apenas encaixada por uma trava que permite sua articulação. Por isso bastou empurrá-la para fora e soltar seu fio. Algo extremamente fácil de ser feito.

Colocamos a nova antena e fechamos tudo como estava anteriormente. Claro que antes de decolar fizemos o famoso teste de alcance corretamente, pois de nada adianta fazê-lo de maneira errada.

Veja a fotos da antena quebrada (em cima), e da antena nova (embaixo):





Este caso me deixou algumas lições:

A primeira delas é: cuidado de quem se compra equipamento usado, principalmente rádio. Porque na grande maioria das vezes não é possível saber se o equipamento está funcionando corretamente, e quando descobrir pode ser tarde demais. Eu particularmente não gosto de comprar rádio usado, receptores e outros equipamentos sempre compro.

Segunda: O conserto muitas vezes pode ser bem mais simples do que você imagina. E com um pouco de conhecimento é possível economizar bastante tempo e dinheiro fazendo você mesmo. Claro que, algumas vezes pode ser necessário enviar para a assistência técnica.

E terceiro: Mantenha seu rádio atualizado, pois pode evitar muitos problemas. Se você é prevenido, espere algum tempo após sair o novo Firmware para atualizar o seu equipamento, pois a nova versão pode ter saído com alguma incompatibilidade; e tenho certeza que você não gostaria de ser a cobaia para testar.



Quer ser avisado de todas as nossas postagens? Cadastre seu e-mail aqui.



O que achou deste artigo? Um belo relato de manutenção, não foi? Você já passou por alguma situação parecida? Deixe seu comentário aqui embaixo !!!



1 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...